Publicado em Ferramentas, GNU/LInux, Open Source, Tecnologia

Como experimentar o Linux no meu computador Windows

Você é usuário de Windows? Você viu o colega usando Linux e ficou curioso? Tá fazendo o “intensivãoUbaTux e quer praticar em casa? O notebook ainda está no período da garantia e não dá pra formatar? Nessa vida tudo tem solução, menos o matrimonio. Continuar lendo “Como experimentar o Linux no meu computador Windows”

Publicado em GNU/LInux, Tecnologia, Terminal

Terminal: Formatando o pendrive no Linux

Existem várias ferramentas gráficas no Linux para realizar uma tarefa do tipo (Gparted, gnome-disk-utility, etc), mas, aqui vamos explorar alguma alternativa rápida e simples na linha de comandos.

Para achar o pendrive no filesystem, digitamos no terminal:

$ lsblk

A saída do comando pode ser similar (mas não necessariamente igual) com essa aqui:

NAME   MAJ:MIN RM   SIZE RO TYPE MOUNTPOINT
sda      8:0    0 465,8G  0 disk 
├─sda1   8:1    0   200M  0 part /boot/efi
├─sda2   8:2    0     4G  0 part [SWAP]
├─sda4   8:4    0    35G  0 part /
└─sda6   8:6    0 406,6G  0 part /home
sdb      8:16   1  14,6G  0 disk 
└─sdb1   8:17   1  14,6G  0 part /media/alejandro/KINGSTON

Detectamos o pendrive pelo nome ou pelo tamanho (“KINGSTON”, “14.6G”). No exemplo, sdb1, e desmontamos (umount) ele para poder formatá-lo (substituindo sdb1 pelo identificador adequado):

$ umount /dev/sdb1

O comando mkfs (Make File System) cria um novo filesystem (uma estrutura jerárquica de arquivos) do tipo FAT (compatível com o Windows) na partição especificada (de novo, substituindo sdb1, se for o caso):

$ mkfs.vfat /dev/sdb1

E pronto!

Essa postagem faz parte da série: Linux para Lagartos.