Publicado em GNU/LInux, Tecnologia, Terminal

Linux: Comandos básicos no Terminal

Sistemas Operacionais modernos, a diferença dos primeiros a serem concebidos, contam com interfaces gráficas (GUI) intuitivas, atrativas e funcionais. No Linux, as opções abundam: Unity, Gnome, KDE, Xfce, Cinnamon, Mate, LXDE, OpenBox, e muitas, muitas mais. Elas variam não apenas esteticamente e na distribuição das barras, menus e ícones no escritório; mas também na configurabilidade e exigência de recursos gráficos do hardware. Mas, todo Sistema Operacional, seja antigo ou top de linha, conta com uma outra interface, em modo texto, fazendo uso das potencialidades da linha de comandos (CLI). Continuar lendo “Linux: Comandos básicos no Terminal”

Anúncios
Publicado em GNU/LInux, Tecnologia, Terminal

Terminal: Formatando o pendrive no Linux

Existem várias ferramentas gráficas no Linux para realizar uma tarefa do tipo (Gparted, gnome-disk-utility, etc), mas, aqui vamos explorar alguma alternativa rápida e simples na linha de comandos.

Para achar o pendrive no filesystem, digitamos no terminal:

$ lsblk

A saída do comando pode ser similar (mas não necessariamente igual) com essa aqui:

NAME   MAJ:MIN RM   SIZE RO TYPE MOUNTPOINT
sda      8:0    0 465,8G  0 disk 
├─sda1   8:1    0   200M  0 part /boot/efi
├─sda2   8:2    0     4G  0 part [SWAP]
├─sda4   8:4    0    35G  0 part /
└─sda6   8:6    0 406,6G  0 part /home
sdb      8:16   1  14,6G  0 disk 
└─sdb1   8:17   1  14,6G  0 part /media/alejandro/KINGSTON

Detectamos o pendrive pelo nome ou pelo tamanho (“KINGSTON”, “14.6G”). No exemplo, sdb1, e desmontamos (umount) ele para poder formatá-lo (substituindo sdb1 pelo identificador adequado):

$ umount /dev/sdb1

O comando mkfs (Make File System) cria um novo filesystem (uma estrutura jerárquica de arquivos) do tipo FAT (compatível com o Windows) na partição especificada (de novo, substituindo sdb1, se for o caso):

$ mkfs.vfat /dev/sdb1

E pronto!

Essa postagem faz parte da série: Linux para Lagartos.

Publicado em Git, GNU/LInux, Open Source, Tecnologia, Terminal

Git: Instalação e Configuração Básica

O Git é um Ctrl-Z (Undo) / Ctrl-Y (Redo) super vitaminado. A parte importante da definição está onde diz “super vitaminado”. É tanta, mais tanta vitamina, que parece até infinito. E como a minha capacidade para lidar com o infinito é… finita…, nessa serie de postagens que hoje inicia, vou ter apenas a coragem de passar o básico.

O Git é Software Livre, e o interessante é que ele foi criado pelo finlandês Linus Torvalds o mesmo cara que já antes tinha criado o núcleo (kernel) do Linux. O senhor precisava de uma ferramenta o suficientemente confiável, poderosa e flexível como para administrar esse projeto gigantesco, no qual milhares de pessoas do mundo todo estavam envolvidas. Linus Torvalds é, sem dúvida, uma pessoa muito talentosa, pragmática e… polêmica.
Continuar lendo “Git: Instalação e Configuração Básica”