Publicado em Ferramentas, GNU/LInux, Tecnologia, Terminal

OpenSSH: Acesso Remoto pelo Terminal Linux

E um dia você instala Linux no computador da sua sogra, que mora em uma outra cidade e precisa que você atualize o computador ou solucione, sei lá, qualquer coisa. Ou você precisa administrar um servidor Web. Ou você é um desses afortunados que viajam pelo mundo apenas com uma netbook, enquanto toda sua informação permanece em casa, no desktop.

Secure Shell (SSH) permite você acessar um outro computador de forma remota e fazer tudo aquilo que você faria no terminal se estivesse sentado na frente dele. Nem que fosse um acesso telepático. Você pode atualizar, instalar aplicativos; editar arquivos de configuração; fazer upload ou download de arquivos; ativar, desligar ou reiniciar serviços ou a própria máquina, etc. Continuar lendo “OpenSSH: Acesso Remoto pelo Terminal Linux”

Anúncios
Publicado em Ferramentas, GNU/LInux, Open Source, Progamação, Tecnologia, Terminal, Ubuntu

Ubuntu Make: Programando no Linux

Sem entrar em discussões estéreis sobre se o Linux é, ou não é, “a melhor” plataforma de desenvolvimento que existe no Universo e as suas redondezas, o que ninguém pode negar é que o Linux é uma ótima plataforma, e é por isso que muitos programadores tem optado por ela na hora de escrever seus códigos. Isso, independentemente deles continuar a usar outros sistemas para jogar, assistir filmes, escutar música e outras tarefas (o que também pode ser feito no Linux).

Por que optar pelo Linux?

A primeira e mais evidente, Linux é Software Livre. Uma das consequências das suas 4 liberdades, é você poder montar uma plataforma completa de desenvolvimento sem gastar um centavo; e sem precisar recorrer a software pirata infestado de vírus, backdoors e todo tipo de ameaças à estabilidade, performance e segurança do seu sistema, e pior ainda, do seu projeto de código. Até o Red Hat Enterprise Linux, que não é barato, agora é disponibilizado de graça para desenvolvedores. Continuar lendo “Ubuntu Make: Programando no Linux”

Publicado em GNU/LInux, Tecnologia, Terminal

Backups na linha de comandos do Linux I

File Not Found

Cópias de segurança precisam ser feitas. Todo mundo sabe por que. Quem já não deletou o arquivo ou a pasta errada e esvaziou a lixeira antes de perceber o erro? Quem não viu seu HD parar de funcionar de um instante pro outro? Quem simplesmente não sabe o que aconteceu com aquele documento que estava ai, e agora não está mais? Embora existam as ferramentas de recuperação, elas não são 100% garantidas nem tão fáceis de usar. “The desperate man” de Gustave-Courbet (o carinha puxando os cabelos na imagem) sabia. Que outra coisa poderia ter deixado ele nessa condição? Então, todo mundo sabe, mas poucos são os que fazem. E assim que vai o mundo… Continuar lendo “Backups na linha de comandos do Linux I”

Publicado em GNU/LInux, Tecnologia, Terminal

Linux: Comandos básicos no Terminal

Sistemas Operacionais modernos, a diferença dos primeiros a serem concebidos, contam com interfaces gráficas (GUI) intuitivas, atrativas e funcionais. No Linux, as opções abundam: Unity, Gnome, KDE, Xfce, Cinnamon, Mate, LXDE, OpenBox, e muitas, muitas mais. Elas variam não apenas esteticamente e na distribuição das barras, menus e ícones no escritório; mas também na configurabilidade e exigência de recursos gráficos do hardware. Mas, todo Sistema Operacional, seja antigo ou top de linha, conta com uma outra interface, em modo texto, fazendo uso das potencialidades da linha de comandos (CLI). Continuar lendo “Linux: Comandos básicos no Terminal”

Publicado em GNU/LInux, Tecnologia, Terminal

Terminal: Formatando o pendrive no Linux

Existem várias ferramentas gráficas no Linux para realizar uma tarefa do tipo (Gparted, gnome-disk-utility, etc), mas, aqui vamos explorar alguma alternativa rápida e simples na linha de comandos.

Para achar o pendrive no filesystem, digitamos no terminal:

$ lsblk

A saída do comando pode ser similar (mas não necessariamente igual) com essa aqui:

NAME   MAJ:MIN RM   SIZE RO TYPE MOUNTPOINT
sda      8:0    0 465,8G  0 disk 
├─sda1   8:1    0   200M  0 part /boot/efi
├─sda2   8:2    0     4G  0 part [SWAP]
├─sda4   8:4    0    35G  0 part /
└─sda6   8:6    0 406,6G  0 part /home
sdb      8:16   1  14,6G  0 disk 
└─sdb1   8:17   1  14,6G  0 part /media/alejandro/KINGSTON

Detectamos o pendrive pelo nome ou pelo tamanho (“KINGSTON”, “14.6G”). No exemplo, sdb1, e desmontamos (umount) ele para poder formatá-lo (substituindo sdb1 pelo identificador adequado):

$ umount /dev/sdb1

O comando mkfs (Make File System) cria um novo filesystem (uma estrutura jerárquica de arquivos) do tipo FAT (compatível com o Windows) na partição especificada (de novo, substituindo sdb1, se for o caso):

$ mkfs.vfat /dev/sdb1

E pronto!

Essa postagem faz parte da série: Linux para Lagartos.

Publicado em Git, GNU/LInux, Open Source, Tecnologia, Terminal

Git: Instalação e Configuração Básica

O Git é um Ctrl-Z (Undo) / Ctrl-Y (Redo) super vitaminado. A parte importante da definição está onde diz “super vitaminado”. É tanta, mais tanta vitamina, que parece até infinito. E como a minha capacidade para lidar com o infinito é… finita…, nessa serie de postagens que hoje inicia, vou ter apenas a coragem de passar o básico.

O Git é Software Livre, e o interessante é que ele foi criado pelo finlandês Linus Torvalds o mesmo cara que já antes tinha criado o núcleo (kernel) do Linux. O senhor precisava de uma ferramenta o suficientemente confiável, poderosa e flexível como para administrar esse projeto gigantesco, no qual milhares de pessoas do mundo todo estavam envolvidas. Linus Torvalds é, sem dúvida, uma pessoa muito talentosa, pragmática e… polêmica.
Continuar lendo “Git: Instalação e Configuração Básica”

Publicado em GNU/LInux, Tecnologia, Terminal

Tmux: Terminal multiplexer – Linux para lagartos

Multiplexadores (mux) permitem que um único canal possa veicular duas ou mais fontes. Tipo, você precisa enviar um byte (8 bits) de informação através de um único fio. O multiplexador vai enviar os 8 bits, um por um, na sequência e, do outro lado do fio, um demultiplexador vai realizar a operação inversa: receber os 8 bits e juntá-los num único byte de informação. Continuar lendo “Tmux: Terminal multiplexer – Linux para lagartos”

Publicado em Terminal, Ubuntu

Introdução ao terminal – Linux para lagartos

O nosso cérebro, assim como o do resto dos mamíferos, evoluiu dos repteis. O cérebro reptiliano adaptou-se ao reconhecimento rápido de padrões visuais para detectar a comida e o perigo. Ao contrario, os primeiros mamíferos, minúsculos ratinhos num mundo dominado pelos sauros gigantes, desenvolveram no escuro das tocas e aos pés das florestas, sofisticados sentidos de olfato e audição, dependendo disso para sua supervivência. Essa estrategia resultou num cérebro menos “automático” e mais inteligente. Mas, a evolução, assim como a Programação Orientada a Objetos, não gosta de “reinventar a roda” a cada vez. O nosso cérebro, ainda conserva nas camadas mais internas, o velho e olhudo lagarto. Isso explica o êxito da TV, o cinema e o Youtube, por exemplo; e provavelmente, o porquê de alguns usuários ter tamanha adversão por prescindir da interface gráfica do computador, ainda que por pouco tempo. Continuar lendo “Introdução ao terminal – Linux para lagartos”