Publicado em GNU/LInux, Open Source, Tecnologia, Ubuntu

Ubuntu 16.04 LTS: Nova Versão com Suporte Estendido

A Canonical tem liberado hoje a última versão do seu sistema operacional Ubuntu Linux, tratando-se da versão 16.04 LTS, codename: Xenial Xerus. A empresa libera uma nova versão de Ubuntu a cada 6 meses, uma em abril e outra em outubro, podendo isso ser detectado no número de versão: 15.10 (2015, Outubro) ou 16.04 (2016, Abril). Essa, é uma versão especial, Long Term Support (LTS), que ocorre a cada 2 anos, visando uma maior estabilidade e oferecendo suporte estendido por 5 anos (atualizações, correção de bugs etc).

Muitos usuários, sobre tudo corporativos ou desenvolvedores, preferem instalar apenas versões LTS e esperar 2 anos (em vez de 6 meses) para mudar de versão. Outros, preferem estar sempre atualizados nas últimas novidades, embora o sistema possa ficar menos estável.

Novidades

Como já vem acontecendo nas últimas releases, não há grandes novidades em termos de interface de usuário (Unity 7). Por enquanto, apenas a possibilidade de movimentar o lançador de aplicações da posição vertical pra horizontal e a substituição do Ubuntu Software Center (loja de aplicativos) pelo Gnome Software.

A companhia continua madurando a que será a próxima interface padrão (Unity 8), incorporando mudanças radicais e inovadoras que vão permitir a convergência de vários dispositivos em uma única interface gráfica (desktop, tablet, smartphone, TV etc), mas elas ainda não estão prontas para uma versão LTS como essa.

Mas, por baixo do capô, tem sim muita coisa acontecendo

Muitas mudanças tem a ver com Cloud (computação nas nuvens) e não serão percebidas pela maioria dos usuários.

Essa nova versão introduz um novo conceito em quanto a manipulação de pacotes de software (aplicativos). O velho e conhecido gerenciador de pacotes “apt, herdado do Debian, continua vigente; o novo formato “snappy” vem para facilitar a já mencionada “convergência” de dispositivos IoT, mobile e desktop.

Novas versões dos principais pacotes e aplicativos padrão da distribuição:

  • Linux kernel 4.4
  • Gnome 3.18
  • Python 3.5
  • PHP 7.0
  • MySQL 5.7
  • Firefox 45
  • LibreOffice 5.1
  • etc, etc, etc
  • Inúmeras correções de bugs

Sabores

Como acontece ante cada lançamento, também foram liberadas as versões oficiais comunitárias, ou flavors (sabores), que implementam outros ambientes gráficos: KDE, xfce LXDE, Mate, Gnome Shell; ou que estão orientadas a públicos específicos: Ubuntu Studio, Kylin, Mythbuntu.

Download

O download pode ser feito na página do Ubuntu Desktop ou via torrent (recomendado). A imagem ISO pesa aproximadamente 1.5 GB. Ela pode ser gravada num DVD ou pendrive, para uso em modo Live, ou para instalar no HD ou máquina virtual.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.