Publicado em Git, GNU/LInux, Open Source, Tecnologia, Terminal

Git: Instalação e Configuração Básica

O Git é um Ctrl-Z (Undo) / Ctrl-Y (Redo) super vitaminado. A parte importante da definição está onde diz “super vitaminado”. É tanta, mais tanta vitamina, que parece até infinito. E como a minha capacidade para lidar com o infinito é… finita…, nessa serie de postagens que hoje inicia, vou ter apenas a coragem de passar o básico.

O Git é Software Livre, e o interessante é que ele foi criado pelo finlandês Linus Torvalds o mesmo cara que já antes tinha criado o núcleo (kernel) do Linux. O senhor precisava de uma ferramenta o suficientemente confiável, poderosa e flexível como para administrar esse projeto gigantesco, no qual milhares de pessoas do mundo todo estavam envolvidas. Linus Torvalds é, sem dúvida, uma pessoa muito talentosa, pragmática e… polêmica.
Continuar lendo “Git: Instalação e Configuração Básica”

Anúncios
Publicado em Cultura, Tecnologia, Ubatuba

O Enigma da Maçã

Concorda comigo? Se amanhã o seu bichinho de estimação, de alguma forma, qualquer que seja, manifestar pra você que ele sabe que à oitava potência de dois é duzentos e cinquenta e seis, você tomaria um susto, não teria a menor dúvida de que o bichinho é inteligente e, provavelmente, sairia correndo a postar o fenômeno no Youtube? Mas, não é isso precisamente o que faz o mais simples e barato calculadorzinho chinês produzido em massa e vendido como bugiganga?

O bichinho que sabe calcular é inteligente? E o calculador? E o computador? São eles inteligentes? A inteligência pode emanar de uma mistura de cobre, silício e elétrons? Podem as máquinas pensar? Definir o que é e não é inteligente, é um negócio complexo.  Continuar lendo “O Enigma da Maçã”

Publicado em GNU/LInux, Tecnologia, Terminal

Tmux: Terminal multiplexer – Linux para lagartos

Multiplexadores (mux) permitem que um único canal possa veicular duas ou mais fontes. Tipo, você precisa enviar um byte (8 bits) de informação através de um único fio. O multiplexador vai enviar os 8 bits, um por um, na sequência e, do outro lado do fio, um demultiplexador vai realizar a operação inversa: receber os 8 bits e juntá-los num único byte de informação. Continuar lendo “Tmux: Terminal multiplexer – Linux para lagartos”

Publicado em Tecnologia, Ubatuba

SiMCiTI começou a andar

O SiMCiTI, Sistema Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Ubatuba-SP, foi apresentado ontem à comunidade no auditório da Unitau. Os oradores, representando a Comissão de Ciência, Tecnologia e Inovação de Ubatuba, fizeram um resumo dos objetivos e do processo que levou à formação da dita comissão independente e à apresentação de um projeto de Lei aberto à comunidade, que será debatido e construído de forma colaborativa durante as próximas semanas.

A iniciativa, inova tanto na forma como no conteúdo. Para o processo de consulta pública foi implementada uma plataforma baseada em software livre que permite a edição colaborativa, comentários e um sistema de votação (likes) para apoiar -ou não- o texto base e as propostas feitas pela comunidade. Os interessados, podem acessar o site: http://minutas.ubatuba.sp.gov.br/simciti e criar seu perfil e login.

Trata-se de uma oportunidade que poderia se transformar em um importante dinamizador econômico, social e cultural para a região, atraindo investimentos, oportunidades laborais e de formação acadêmica, se complementando com o perfil turístico e de serviços já existente, sem comprometer valores importantes como a questão ambiental e a qualidade de vida. Empresas de TI são empresas de baixa emissão de CO2 e valores institucionais geralmente diferenciados. Inúmeros eventos (feiras, congressos e seminários nacionais e internacionais, por exemplo) poderiam acontecer na cidade aportando um fluxo de visitantes fora dos períodos de temporada, como já acontece em Paraty.

Felipe Fonseca (Ubalab / Ciência Aberta Ubatuba) destacou a importância da valoração e incorporação dos saberes tradicionais e das práticas de economia social e solidária à pauta. Explicou como no processo de formulação do projeto perceberam que existia uma quantidade importante de trabalho relacionado a ciência e tecnologia sendo realizado na região, muitas vezes de forma isolada e fragmentada.

Álvaro Gonçalves (Etec), apontando ao público maioritário de estudantes e professores da Etec, assinalou as possibilidades que a promoção e o estímulo à empresas e projetos de TI em Ubatuba significariam em termos de fontes de trabalho para os profissionais da área e para a economia local.

Milena Franceschinelli (Ocupe os Conselhos/Solucionática Consultoria) colocou o forte avanço que as mulheres tem realizado nos últimos anos na área de ciência e tecnologia, tanto no acadêmico como nas empresas líderes do mercado, e a importância que isso tem para uma sociedade mais democrática e igualitária.

Pedro Seno (Secretário Municipal de Tecnologia da Informação) reafirmou o compromisso da Secretaria no apoio dessas iniciativas e a importância dos instrumentos públicos para o fomento, legitimação e sustentabilidade das mesmas.

Publicado em Terminal, Ubuntu

Introdução ao terminal – Linux para lagartos

O nosso cérebro, assim como o do resto dos mamíferos, evoluiu dos repteis. O cérebro reptiliano adaptou-se ao reconhecimento rápido de padrões visuais para detectar a comida e o perigo. Ao contrario, os primeiros mamíferos, minúsculos ratinhos num mundo dominado pelos sauros gigantes, desenvolveram no escuro das tocas e aos pés das florestas, sofisticados sentidos de olfato e audição, dependendo disso para sua supervivência. Essa estrategia resultou num cérebro menos “automático” e mais inteligente. Mas, a evolução, assim como a Programação Orientada a Objetos, não gosta de “reinventar a roda” a cada vez. O nosso cérebro, ainda conserva nas camadas mais internas, o velho e olhudo lagarto. Isso explica o êxito da TV, o cinema e o Youtube, por exemplo; e provavelmente, o porquê de alguns usuários ter tamanha adversão por prescindir da interface gráfica do computador, ainda que por pouco tempo. Continuar lendo “Introdução ao terminal – Linux para lagartos”

Publicado em Open Source, Tecnologia

Academo sai pegando ondas

Esses últimos dias, o mundo científico e acadêmico convulsionou pelo anuncio feito por pesquisadores do projeto Ligo (Laser Interferometer Gravitational-Wave Observatory), os quais afirmam ter detectado “distorções no espaço e no tempo causadas por um par de objetos com massas enormes interagindo entre si” (os famosos buracos negros). Assim, eles teriam comprovando um fenômeno conhecido como “ondas gravitacionais”. A hipótese foi levantada pelo científico Pop Star Albert Einstein um século antes, em 1916, fazendo parte da sua Teoria Geral da Relatividade. Ondas pululam por todo os cantos nesse nosso universo. Ubatuba, sem ir mais longe, tem algumas bem bonitas. Continuar lendo “Academo sai pegando ondas”

Publicado em Tecnologia, Ubatuba

Mais um

Mais um blog de tecnologia, programação e nerdice. Sim, porque isso também acontece descendo a Serra do Mar, no meio da Mata Atlântica… sempre que a Net não cair…

“Hackeando Ubatuba” não tem nada a ver com a ideia que normalmente se tem sobre hackers e hacking. Sabe aquela imagem de um quarto escuro, apenas iluminado pela claridade que a tela do computador expele sobre o rosto do moleque gênio que invade os servidores do Pentágono e provoca -ou evita- a Terceira Guerra Mundial? Bom, eu não sou moleque nem gênio, não estou nem aí com o que os gringos tem nos servidores (também não saberia como) e, menos ainda, gostaria de chamar a atenção desses caras sinistros.

Mas, gosto sim da ideia de que hacker é todo aquele que não se conforma apenas com “usar” a tecnologia. Aqui, “usar” significa “consumir”. A atitude hacker frente à tecnologia é a mesma que a maioria das crianças tem com brinquedos: elas querem saber o que tem dentro, como funciona; pôr uma perna onde a boneca tinha a cabeça e que o dinossauro de borracha ande pelo quintal.

As plataformas Open Source e Open Hardware tem democratizado enormemente as possibilidades de acesso. Toneladas de informação circulam na Internet. A tecnologia hoje, pode ser o maior e melhor brinquedo, tanto para crianças como para os adultos. E o hacker é um brincalhão.

Publicado em Tecnologia, Ubatuba

Consulta Pública – Sistema Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Ubatuba (SIMCITI)

Reproduzimos informação importante sobre processo de consulta pública e criação do Sistema Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Ubatuba (SIMCITI).
Difundir, por favor!

A Secretaria Municipal de Tecnologia da Informação de Ubatuba, em colaboração com uma comissão independente composta por membros da sociedade civil, instituições e projetos locais ligados aos campos da ciência, tecnologia e inovação, anuncia e convida para o processo de elaboração participativa do Sistema Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (SIMCITI).

O SIMCITI tem por objetivo tornar-se um instrumento institucional participativo para a construção de políticas públicas para ciência, tecnologia e inovação na cidade de Ubatuba, de maneira colaborativa, aberta e sustentável. Parte do princípio de que a produção coletiva e a ampla circulação de conhecimentos são centrais no desenvolvimento da cidade, promovendo o diálogo entre as áreas da educação, pesquisa científica, sustentabilidade, empreendedorismo, criatividade e saberes tradicionais, entre outras. Trata-se da primeira iniciativa desse tipo, no Brasil, que se baseia em princípios de conhecimento aberto. O SIMCITI contará com ferramentas de gestão como o Conselho Municipal de CTI, programas próprios de informação e de capacitação, entre outros. Continuar lendo “Consulta Pública – Sistema Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Ubatuba (SIMCITI)”

Publicado em Arduino, Tecnologia

Visualino: Programação gráfica para Arduino

Eu tinha uns 11 ou 12 anos (os dinossauros já tinham sido extintos e Dom João VI já tinha voltado pra Lisboa) quando na minha Santa Fe natal chegou uma das primeiras IBM PC. Provavelmente era uma daquelas com inesgotáveis 16KB de memória, velosíssimo processador Intel 8088, incrível tela de 720 x 350 pixels modo texto, ultramoderna impressora matricial, e claro, sem HD, que era caríssimo. Tudo, sistema operacional (DOS), dados e aplicativos, precisavam ser armazenados em floppy disks (disquetes) de 5.25 polegadas. Quem havia comprado essa máquina superpoderosa pro seu escritório contábil era amigo do meu pai, mas ninguém sabia muito bem o que fazer com ela. Meu pai, autodidata de profissão, pegou o manual e ficou meses tentando fazer alguma coisa útil com ela. Não me lembro em que deu finalmente a aventura, mas o que lembro sim são pilhas enormes de folhas em formulário contínuo onde ele ia imprimindo o código para debugar depois com lápis e borracha. Continuar lendo “Visualino: Programação gráfica para Arduino”

Publicado em Hardware, Low level, Tecnologia

Androides sonham com ovelhas elétricas?

Esse é o título em português do livro de Philip K. Dick que inspirou o roteiro do filme “Blade Runner” de Ridley Scott, o mesmo cara que dirigiu “Alien”. Ainda não assistiu? Meu Deus, como pode? Vai lá, é urgente!

Androides são computadores que imitam humanos em sua aparência externa e comportamento, mas internamente são essa ensamblagem maluca de chips, fios, sensores, alavancas e servomotores que aparece nos filmes. Não sei se os computadores vão conseguir alguma vez virar autoconscientes ou sonhar com ovelhas elétricas, mas se eles chegarem nesse patamar, as ovelhas deverão ser bem diferentes daqueles bichinhos que nós conhecemos. Continuar lendo “Androides sonham com ovelhas elétricas?”